Mulher Segurando FrutasDieta da lua, dieta detox, da proteína, da sopa, ortomolecular, da estação... essas e tantas outras fazem parte do mesmo time, o da Dieta. Algumas são mais conhecidas por serem radicais, outras por reeducar os hábitos alimentares de quem se propõe a segui-las, mas ela é sempre relacionada ao controle de peso. Mas, afinal, o que significa a palavra dieta? Sempre relacionada ao processo de emagrecimento e muitas vezes de forma extrema, o real significado vem do grego e quer dizer “estilo de vida”.

Atualmente, as comidas acompanham o ritmo do consumismo. São industrializadas, imitando os sabores doces, amargos, salgados; porém, tudo de forma exagerada. E, para isso, são necessários conservantes, acidulantes, corantes e todos esses “antes” causam danos a sua saúde. Não que seja proibido ir à uma lanchonete de fast-food ou se deliciar com uma pizza. Mas os excessos é que tornam a nossa alimentação um risco de vida. E para contornar isso, é preciso se alimentar da forma mais correta possível, em busca de uma vida saudável.

Muitas pessoas escolhem determinadas dietas no intuito de emagrecer, manter o peso ou engordar. Eleger uma dieta saudável é o melhor caminho para quem quer ter uma vida longa, com saúde e bem-estar. É aconselhável começar desde a juventude para prevenir doenças causadas pela má alimentação, sedentarismo e a genética. Quem nunca seguiu uma alimentação saudável pode mudar adquirindo uma conduta correta, no qual o respeito ao seu corpo vem em primeiro lugar.

Mais qual o critério de uma dieta realmente saudável? Confira abaixo algumas dicas:

  • Ela deve ter o consumo diariamente dos principais grupos alimentares como leites, hortaliças, carnes, frutas e leguminosas;
  • Doces e sobremesas com moderação;
  • Exite ou pare de consumir refrigerantes e bebidas alcoólicas;
  • Sempre que possível coma alimentos grelhados e cozidos;
  • Dê preferência aos cereais integrais e alimentos naturais;
  • Evite o consumo excessivo de sal;
  • Alimentos industrializados não devem ser consumidos;
  • Beba aproximadamente 2 litros de água diariamente para hidratar seu corpo e ajudar no transporte de vitaminas pelo corpo;
  • Pratique atividades físicas mesmo que não tenha tempo. Encaixe uma que caiba no seu cronograma diário;
  • Coma em locais calmos e mastigue bem os alimentos.

Dieta e Boa Forma

As dietas são usadas como uma forma de emagrecimento rápido e surgem de diversas formas. É importante procurar acompanhamento nutricional e não exagerar nas dietas radicais que privam a alimentação das pessoas. Reduza a quantidade de alimentos que engordam, mas não deixe de consumir aqueles que são importantes para sua saúde. Confira abaixo as dietas famosas para manter a boa forma:

  • Dieta dos Chá Verde: O chá verde é bom para desintoxicar, desinchar e eliminar a gordura. Combinado a uma alimentação saudável o chá auxilia no emagrecimento. Esse chá também melhora a pele e reduz o colesterol ruim e o acúmulo de gordura.
  • Dieta das Fibras: Essa dieta além de ajudar no emagrecimento é importante para a saúde reduzindo a incidência de doenças. Consumindo as fibras a sensação de saciedade é maior e a vontade de comer toda hora é menor. Além disso, elas melhoram o funcionamento do intestino e o aspecto da pele. O consumo de fibras deve ser gradual para aqueles que não estão acostumados ao seu consumo diário.
  • Dieta Dukan: Essa é uma dieta que promete emagrecimento de até 3 quilos em apenas seis dias. Nesse caso, são consumidas proteínas magras até sentir-se satisfeito e isso acelera a queima de calorias. Foi criada pelo médico Pierre Dukan que lançou o livro Consigo Emagrecer - a Dieta Francesa e conquistou mulheres em todo o mundo. Na primeira fase pode-se consumir carnes, aves e peixes à vontade, frios magros, ovos e laticínios como leite desnatado, coalhada e iogurte. Também utilizam ervas, cebola e alho para temperar a comida. Na segunda fase da dieta, você pode incluir legumes e verduras, sem inserir batatas. Deve-se praticar exercícios diariamente como, por exemplo, 25 minutos de caminhada diariamente. Depois dos primeiros dias e a perda dos primeiros quilos, você pode voltar a sua alimentação normal, mantendo apenas 1 dia na semana como se estivesse na primeira fase. Inclua na dieta o farelo de trigo e de aveia.
  • Dieta Anticelulite: A celulite é causada principalmente por problemas genéticos, péssimos hábitos alimentares e sedentarismo. Consuma alimentos com cobre e manganês, encontrados no azeite, na castanhas-do-pará, feijão e amêndoas.
  • Dieta da Pirâmide dos Alimentos: Essa dieta surgiu em 2002 nos EUA e trabalha com a reeducação alimentar da pessoa que a segue. A atividade física é o ponto principal da dieta e nenhum alimento é proibido. Deve-se apenas respeitar a ordem de prioridade da pirâmide alimentar.

Pratique Atividades Físicas

Aliar atividades físicas a uma dieta saudável é a melhor maneira de emagrecer de forma saudável. Praticando exercícios uma pessoa consegue aumentar o gasto energético, melhora a capacidade cardiorespiratória e reduz a incidências de doenças como a hipertensão e obesidade.

Além da alimentação também é importante cuidar da hidratação de seu corpo consumindo muita água. A água é essencial para suprir os líquidos e minerais perdidos durante o exercício. Mantenha-se bem alimentado, pois do contrário você poderá sentir mal estar. Dê preferência a alimentos leves como frutas, sucos naturais, vitaminas e barras energéticas.

Fibras Alimentares

Bacia SementesQuando o intestino para de funcionar podem surgir vários problemas como acne, irritação, tensão pré-menstrual e digestão lenta. Isso é a consequência de uma alimentação não balanceada, com carência de fibras e falta de água no organismo. O corpo começa a acumular resíduos de 3 a 4 dias sendo que o ideal é que eles sejam eliminados todos os dias. Uma pessoa que passa mais de 48 horas sem ir ao banheiro, tem grandes chances de ter o intestino "preso".

Quem sofre diariamente com esse problema, precisa aprender a trabalhar sua alimentação, dando prioridade às fibras, frutas (com bagaço), sementes e beber bastante água. Mas o que a prisão de ventre tem a ver com uma dieta saudável? Quando o intestino de uma pessoa está desregulado, ele não absorve 100% os nutrientes existentes nos alimentos, atrapalhando a dieta, pois sem os nutrientes, o organismo vai sentir a necessidade de alimentar mais.

Existem alimentos que contribuem para a constipação: alimentos ricos em açúcar e com baixo teor de fibras. Uma vida sedentária também contribui para o problema. Quando nos exercitamos, por consequência, fortalecemos os músculos do abdômen, aumentando a força e ajudando nos movimentos peristálticos (movimento natural que empurra o bolo alimentar para fora).

Esse problema é bem comum entre as mulheres, uma vez que, por desconforto, evitam locais públicos e por higiene dão preferência aos sanitários de casa. Assim, não conseguem evacuar, controlando a vontade de ir ao banheiro. Fisiologicamente, ao inibir, com o tempo o corpo acaba suprimindo essa vontade e agravando o problema. O certo seria atender imediatamente a vontade de ir ao banheiro. Se houver acúmulo de fezes no trato intestinal, elas perdem água e endurecem, dificultando a contração e expulsão do bolo fecal.

Consumo de Fibras

As fibras são pouco consumidas no Brasil, mas são responsáveis pela redução do risco de contrair diabetes, doenças cardíacas e problemas de pressão arterial. Segundo a Organização Mundial de Saúde (OMS), é importante que consumir aproximadamente 25 g de fibras diariamente.

O pouco consumo de fibras pode levar a problemas crônicos como doenças cardiovasculares e câncer de intestino. Justamente por isso é importante consumi-lo diariamente. As fibras não são digeridas pelo sistema digestivo do corpo humano e por isso não são convertidos em calorias. Elas podem ser facilmente encontradas na lentilha, maçã com casca, uva passa, laranja, macarrão integral, abóbora cozida, amêndoas, torrada, pera, cenoura cozida, etc.

Elas auxiliam a mastigação, provocam a sensação de saciedade, deixa a digestão e a absorção mais lenta, melhora o funcionamento do intestino e consequentemente as fezes eliminadas e cria uma espécie de gel no intestino reduzindo a quantidade de glicose que entra na corrente sanguínea.

Características das Fibras Alimentares

- Origem vegetal;

- Carboidratos ou derivados de carboidratos;

- As enzimas digestivas resistem a hidrólise;

- Fermentáveis por bactérias dos cólons.

Fibras Solúveis: frutas, aveia, leguminosas, cereais, etc.

Fibras Insolúveis: cereais integrais, farelo de trigo e verduras.

Tratamento para Prisão de Ventre

O primeiro e mais importante passo é modificar a alimentação. Uma dieta equilibrada surte efeito já em dois dias. Mas não é só isso, especialistas explicam que até a forma de sentar-se no vaso sanitário influi. Veja abaixo algumas dicas para o dia a dia:

  • Beber pelo menos 8 copos d'água por dia.
  • Aumentar a ingestão de alimentos com alto teor de fibras: verduras e legumes, frutas (com bagaço), arroz e pães integrais.
  • Frutas como o mamão e ameixa preta são laxativas naturais.
  • Praticar atividades físicas.
  • Iogurtes com lactobacilos vivos ajudam bastante.
  • Não tome laxantes. São remédios que provocam uma irritação no intestino. No primeiro dia, ele pode até ajudar você ir ao banheiro, mas, com o tempo, 1 comprimido não vai ser mais o suficiente. Tome somente com recomendação médica.
  • Sementes como nozes, amêndoas, castanhas, avelã, ao serem ingeridas, promovem uma lubrificação intestinal, facilitando a passagem do bolo fecal.
  • Escolha um horário fixo para ir ao banheiro, mesmo que sem vontade, para criar o hábito.