Bebe ObesoGeralmente, os grandes responsáveis pelo sobrepeso de uma criança são seus pais. São eles que determinam o que se consome, tanto em casa, como fora dela. Os reais motivos do descuido são consequentes de algumas obsessões geradas, seja pelo desconhecimento, ou pela ignorância dos pais. Essas questões fazem com que as crianças consumam uma quantidade de alimentos maior do que verdadeiramente necessitam.

Na maioria dos casos, o cardápio de uma criança obesa acaba contendo muitos elementos gordurosos e açúcares, ambos presentes em grandes proporções de carne, alimentos pré-cozidos, doces e bolos. Dados também revelam que essas mesmas crianças não ingerem verduras, legumes, frutas, nem peixes.

Além de todos esses fatores, existe também a ausência de um café da manhã balanceado. Essa etapa do dia é ignorada pelas crianças, sendo essa uma das principais refeições do dia, estando diretamente ligada à regulação de peso.

O problema gerado pela obesidade raramente se apresenta nas famílias em que os pais dão atenção e se preocupam com a alimentação dos filhos. O controle do que é oferecido nas refeições é extremamente fundamental quando o objetivo é prevenir a doença.

Causas da Obesidade Infantil

Consumo de Alimentos Gordurosos

As crianças atualmente estão consumindo cada vez mais alimentos conservados e gordurosos servidos muitas vezes em redes de fast-food. Além disso, muitos pais fazem comidas com muito teor de gordura e isso deixa a criança consumido comida gordurosa todos os dias prejudicando a alimentação de seu filho.

Falta de Atividade Física

Com o avanço tecnológico, as crianças ficam cada vez mais em casa na frente dos computadores e videogames. Muitas vezes comem em frente a televisão prejudicando a boa alimentação. O número de crianças que brincam nas ruas ou clubes está cada vez menor. Essa combinação é perigosa para o crescimento da obesidade infantil no Brasil.

Ansiedade

Atualmente as crianças são cada vez mais exigidas seja em casa ou nas escolas. Em alguns casos elas tem que demonstrar que são as melhores para que alcancem objetivos como o vestibular ou a aprovação em uma matéria da escola. Para canalizar tanta preocupação, muitas vezes ele pode usar a comida como escudo e consequentemente se tonar um adolescente obeso.

Depressão

Crianças e adolescentes também sofrem de depressão e a comida pode se tornar uma rota de fuga para esse problema.

Fatores Hormonais

Problemas hormonais podem causar ansiedade e consequentemente muita vontade de comer levando ao excesso de peso.

Fatores Genéticos

Muitas vezes a obesidade está associada ao fator genético de uma família e nesses casos é muito importante manter uma alimentação balanceada.

Outras Doenças em Crianças

As crianças e os adolescentes também sofrem com os distúrbios alimentares que podem causar sérios problemas à saúde dos pequenos. Essas doenças são consequências de uma saúde mental fragilizada e de problemas biológicos relacionados ao medo de engordar, angústia, depressão e baixa autoestima.

Desnutrição Infantil

A desnutrição é uma doença muito comum entre as crianças que comem pouca quantidade de carboidratos, vitaminas, lipídios e proteínas. Costuma acometer crianças com menos de cinco anos. Pode causar diarreia, apatia, descamação da pele, edema e tristeza.

Também pode ser ocasionada pela dificuldade do próprio organismo de absorver os nutrientes necessários para o corpo humano. Essa doença costuma atingir crianças de baixa renda de países em subdesenvolvimento. Desnutridas, elas não conseguem atingir o peso ideal, adoecem com mais facilidade, ficam sujeitas a redução da capacidade intelectual e podem ter a altura prejudicada. Acima de tudo, é importante levar a criança ao médico para que ele indique um tratamento adequado junto com o nutricionista.

Anemia Infantil

A anemia é outra doença que atinge diversas crianças no país e é causada pela redução dos glóbulos vermelhos e hemoglobina. As hemoglobinas são muito importantes para o transporte do oxigênio dos pulmões para ps órgãos e tecidos. Os principais sintomas da anemia são: palidez, perda de apetite, falta de concentração, excesso de sono, tristeza, desânimo, dentre outros.

Ela está sempre muito associada a falta de ferro no organismo e a anemia também é causada por algum problema de saúde, pela utilização de alguns medicamentos e até doenças genéticas. Quando a anemia é causada pela deficiência de nutrientes, ela está relacionada a falta de consumo de vitamina B12, ferro e ácido fólico.

A anemia infantil é mais comuns em crianças prematuras, contaminadas com vermes, as que estão em na fase de crescimento e aquelas com uma dieta alimentar fraca em nutrientes. Para aumentar a quantidade de ferro prefira alimentos como a soja, o fígado de boi, a beterraba, o feijão e a lentilha, etc.

Muitas vezes a anemia é causada pela deficiência no aleitamento materno. O leite de vaca prejudica a absorção de ferro pelo organismo e quanto mais cedo ele for introduzido na dieta, maiores as chances da criança se tornar anêmica.

Raquitismo

O raquitismo é uma doença que causa amolecimento dos ossos nas crianças por causa da deficiência de vitamina D e cálcio no organismo. Para que o corpo humano absorva cálcio ele precisa de uma quantidade necessária de vitamina D e se isso não acontece resulta em deformidades nos ossos. O raquitismo também pode ser causado por um problema associado ao cromossomo X.

As crianças com mais chances de desenvolver o raquitismo são os bebês que estão na fase de amamentação e que não foram expostos ao luz solar ou aqueles cujas mães também não foram expostas a luz solar. Os principais sintomas do raquitismo são: dor nos ossos, problemas dentais, problemas de crescimento, fraqueza muscular, redução dos níveis de cálcio no sangue, espasmos musculares, etc.

Para tratar é necessário que o paciente aumente o consumo de cálcio, vitamina D e fosfatos. Além disso, deve ser exposto a luz solar para induzir a produção de vitamina D no organismo.

Hipovitaminose

Doença causada pela falta de vitamina no organismo de uma pessoa e muitas vezes decorrente de uma alimentação deficiente. Ela pode atingir pessoas que consomem poucos nutrientes como ferro, as vitaminas do complexo B,C,D,E,K e A. A hipovitaminose pode ser determinante para o crescimento da criança e por isso a alimentação deve ser diversificada e equilibrada.

Bulimia

A bulimia em crianças e adolescentes atinge aqueles que não estão satisfeitos com seu próprio corpo. Nessa doença a pessoa come muito durante um curto espaço de tempo para logo depois induzir o vômito ou tomar diuréticos para eliminar a comida. Esse processo de eliminação da comida causa a sensação de alívio a criança e ao adolescente doente, mas é muito importante que os pais fiquem atentos para levar seu filho a um especialista caso seja necessário.

As consequências da doença são a ansiedade, falta de humor, vômitos depois de comer, preocupação exagerada com a aparência, tristeza, dentre outros sintomas. É uma grave doença que causa danos ao esmalte dos dentes, inflamação no esófago e outros problemas de saúde como pressão alta, doenças cardíacas e diabetes. Nesses casos procure acompanhamento médico e nutricional. Caso você identifique alguma criança com esses sintomas fale com os pais ou responsáveis.

Anorexia

Bebê comendo mãoAs crianças e adolescentes que sofrem com a anorexia tem uma imagem diferente do que seu corpo realmente é. Ou seja, mesmo que elas estejam extremamente magras elas se veem acima do peso e se recusam a comer em busca do emagrecimento. Os principais sintomas da doença são: ansiedade, depressão, excesso de dietas para emagrecer, perda de peso, redução da fome, excesso de exercício físico, dentre outros.

A anorexia pode causar sérios problemas de saúde como enfraquecimento dos ossos, arritmia cardíaca, danos ao cérebro, coração e rins e redução da temperatura corporal. Muitas vezes é necessário internar o paciente para que ele volte a comer de maneira saudável e possa ganhar peso e consequentemente volte a ter saúde. É importante consultar um médico para tratamento psicológico e nutricional.